sábado, 15 de abril de 2017

Dia de Inverno

Há dias em que a minha única vontade é desistir de tudo. Porque desistir seria muito mais fácil. Difícil é continuar a lutar por uma coisa que já quase que não acredito ser possível. 
É muito difícil dizer «Não. Não quero continuar a lutar.» a um sorriso e a um coração que me ajudam. Dizer que não quero continuar nesta batalha, que já chega, que estou cansada, esgotada, exausta emocionalmente.
Não o estou a fazer totalmente por mim, porque de mim, já pouco ou nada me importa. Mas tenho de fazê-lo por alguém e, às vezes, esse alguém, admito, devia ser eu. Mas não sou. E isso dificulta-me as coisas porque às vezes dou por mim a pensar em coisas que não devia. O que me faz continuar nisto é saber que tenho pessoas do meu lado que me apoiam e que acreditam que eu sou capaz, que eu vou conseguir, que um dia eu hei-de ficar boa. Essas pessoas, do meu coração, acreditam mais, mas muito mais em mim, do que eu. Não sei como o fazem! E é por elas que, muitas vezes, me levanto e digo "Vamos lá!" a mais um dia.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pela tua visita :)