domingo, 31 de maio de 2015

sexta-feira, 29 de maio de 2015

Divagando



As memórias das alturas reinam agora e eternamente
Pois altas estão elas e levantam-nos do Presente. 

Num Passado foram Vida, são Hoje esculturas Mortas,
Vivem numa sombra esbatida e acordam almas absortas!

Abraço


Que falta que às vezes fazem!
E que bons que são!
Há dias em que precisamos mesmo de um! E quando alguém o percebe através dos nossos olhos é uma sensação inexplicável!

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Sou feita de carne, não de ferro!



Sou feita de carne, não de ferro...
Lamento, mas ainda não consigo esconder as minhas lágrimas de mim própria com a mesma facilidade que as disfarço com um sorriso para o mundo!
Ser feliz no mundo é muito mais fácil do que ser feliz em mim.
O mundo precisa mais de sorrisos agora do que nunca e por isso é tão mais fácil ser-lhe alegre. É tão mais fácil rir com os que nos fazem felizes. É tão mais fácil fazer rir quem amamos.
As nossas tristezas são a coisinha mais pequenina quando olhamos para os olhos brilhantes de alguém que nos vê e nos sorri... impossível é não conseguir retribuir esse sorriso que nos pinta o dia e muitas vezes nos faz pensar que afinal valeu a pena levantar os pés da cama.
O dia está repleto de pessoas fantásticas que dão vontade de continuar e de dizer «Amanhã»!
A noite está cheia de memórias, pensamentos e suposições que insistem em atormentar.
O dia quase que não dói. O que magoa é a noite!

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Tememos a vulnerabilidade ao mesmo tempo que a procuramos


Afeiçoamo-nos aos lugares e às pessoas quando mais precisamos deles.
Afeiçoamo-nos às nossas (novas) vidas depois de mudanças que nos assolam! 
Somos assim mesmo. Porque precisamos de olhar para o futuro para poder matar o passado. Precisamos de promessas, desejos e sonhos férteis depois de traições, mágoas e pesadelos fantasmas que nos mancham e fazem murchar o coração. Porque é nossa natureza procurar um porto de abrigo que nos console e que nos mime! Porque somos assim, quer queiramos, quer não. 
Tememos a vulnerabilidade ao mesmo tempo que a procuramos. Tememos desilusões ao mesmo tempo que procuramos confiança! Somos feitos de uma poeira qualquer cheia de paradoxos, antíteses e outros contrastes e contrários que nem imaginamos!

sábado, 16 de maio de 2015

Sorrisos


O meu sorriso chora. O meu sorriso chora quando tenho saudade e não posso chorar. O meu sorriso ama as pessoas e é eterno.

Lágrimitas



É tão bom poder dizer e, mais importante, sentir que uma família não tem de ser de sangue! Não sei como descrever o que sinto... diga o que disser, sorria o que sorrir, chore o que chorar, sinto sempre que é insuficiente para vos agradecer o quanto grata eu estou por ter conhecido pessoas fantásticas, de coração tão puro e tão bonito! Coimbra é Coimbra e quem a conhece sabe do que falo! São sorrisos como os vossos que fazem desta cidade o que ela é! Nunca esqueçam as pessoas magníficas que são! Não sei que palavras vos posso dar neste momento tão intenso... só quero mesmo que sintam que juntos fomos, somos e seremos Coimbra! Obrigada por tudo, do fundo do meu coração que tem crescido tanto neste quase último ano!

Lágrimas


As minhas lágrimas sorriem durante o dia e choram durante a noite.

sábado, 9 de maio de 2015

Oh, Coimbra, minha cidade!

video

Os últimos ensaios para a Serenata foram feitos na nossa aula de Psicologia! Aqui fica o vídeo (gravado pela minha professora) com a música que fiz (eu sou a da primeira fila, de camisola de cor de vinho), cantada pela Andreia (que tem uma voz divinal) e, no fim, por todos nós! Ainda houve uma alteração... decidimos que cantava ela a primeira parte e após o refrão repetíamos todos juntos toda a canção! O resultado final ficou lindo, porque estávamos todos trajados, cantávamos para todo o nosso curso, em frente à Igreja de Santa Cruz e a carga emocional era infinda... Espero que gostem :) Fi-la com todo o meu coração e a pensar em tudo o que Coimbra me proporcionou! Sejam felizes <3

quarta-feira, 6 de maio de 2015

I am Sam


É dos melhores filmes que já vi! Todo o filme abrange o processo de possível adopção de Lucy, filha de alguém que apresenta algum défice cognitivo e que, aos olhos da sociedade, não é o mais indicado para educar uma criança. É exactamente neste ponto que a própria mãe adoptiva tem um papel decisivo... Com Sean Penn e Dakota Fanning a abanarem os nossos corações!

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Queima das Fitas


É já na próxima quinta-feira que vamos trajar pela primeira vez! Estamos todos ansiosos e cheios de saudades do que ainda não acabou - a nossa vida de caloiros! 

Vai ser muito emocionante... escusado será dizer que se conseguir assistir à Serenata, vou chorar baba e ranho toda a noite e provavelmente a semana inteira!

Criámos músicas para cantarmos aos nossos doutores no jantar...

Como não pude estar com eles no dia em que tínhamos de terminar tudo, tentei fazer uma música em casa, para os ajudar! 

Gostava muito de vos poder mostrar não só a letra, mas também a música... como não tenho boa voz, deixo-vos a letra!


Amigos para a Vida aqui ganhei-
Capas negras da Saudade-
Olhares que não esquecerei
Guardo na Eternidade!

Pintámos a nossa Cidade
De cor e tradição,
Baladas quentes de cetim
Gravadas no coração!

E chorando no Mondego
Inundamos histórias
Nas suas gloriosas águas!

Sempre encantada, iluminada
Oh, Coimbra, minha cidade
De ti eternamente a
Saudade, Saudade…

Sempre encantada, iluminada
Oh, Coimbra, minha cidade
De ti... eternamente a…
Saudade…