terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Fisioterapia


Esta profissão está a fascinar-me cada vez mais. Nos primeiros dias de aulas, todos os nossos professores e colegas tudo fizeram para que nós, os caloiros, percebêssemos o impacto que podemos ter na vida de alguém. Ficava completamente deslumbrada a ouvi-los falar das experiências que já tiveram ao longo da sua carreira profissional, das lições de vida que esta área lhes(/nos) proporciona(rá) e das grandes marcas que ficam num Fisioterapeuta. 

Apesar de a Fisioterapia actuar ao nível da prevenção e promoção da saúde, da investigação... não deixa de me fascinar a que é a mais conhecida pela generalidade das pessoas - a Reabilitação. Engloba sempre um conjunto de pessoas que sofreram alterações nas suas vidas e que, ao longo deste processo, nem sempre aceitam a condição em que se encontram. São situações muito delicadas, nem sempre fáceis de contornar, exigindo por isso, da parte do Fisioterapeuta uma grande capacidade para entender todo aquele mundo que pertence a quem é tratado por ele. 

Cada pessoa tem as suas fraquezas, as suas angústias, as suas limitações (quer sejam de ordem física, psicológica ou até mesmo financeira), mas também cada uma delas tem os seus pontos fortes, os seus talentos e as suas inspirações. Há que ter em conta toda a personalidade desse alguém que se apresenta perante a nossa pessoa. Há inúmeras formas de resolver um problema e há que adequá-las às características desse alguém. Sobretudo, ter sempre em mente que as necessidades e possibilidades são diferentes em todas as pessoas.

Fisioterapia é mais do que uma profissão. É (aprender a) ser Humano!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pela tua visita :)