quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Encontrar-me comigo

Agora, como alguém me disse, é preciso aproveitar as asas e voar em direcção aos sonhos, vencendo os ventos fortes!
(Fotografia da minha autoria. Por favor, não a utilizar sem autorização prévia.)
Vou descobrir o meu mundo. Por ruas de cidades clássicas visitarei todos os alfarrabistas que encontrar. Com uma máquina fotográfica sempre comigo para registar os momentos mais marcantes que um dia recordarei com nostalgia... Um caderno e um lápis, materiais indispensáveis para mim, servem para não deixar fugir as palavras apressadas que chegam das experiências fantásticas e insistem em partir de imediato.
Há que seguir para a frente, para os lados, para cima, para o Mundo! Deixar o medo em casa e aventurar-me à Vida! Ela é tão bela e tantos a vê-la passar pela janela, alheios à fuga da felicidade. Não! Vamos. Vamos para a rua. Vamos conhecer. Que venham ruas novas e encantadoras, gente diferente, com quem possamos aprender algo. Sejamos aquele(a) que quer mais. Que faz por ter e por ser mais! Só a viver se aprende a viver. Por isso, vivamos todos para sabermos viver!
Que sejamos a pessoa que se lança no conhecimento e que chega longe por seu pé. Que sejamos o vencedor que alcança vitória depois do esforço árduo e do empenho aplicados numa batalha.
Jardins frescos para descansar, para me deitar ao lado do rio, sentir a brisa que me deseja e desejar a brisa que me sente. Entrar mais na Natureza e inserir o meu ser com a(s) existência(s) que me rodeia(m)... Estar em harmonia com o cosmos. Desfrutar do que há agora e das memórias que tecemos ao longo de jornadas impensáveis e fantásticas. Levar o melhor das pessoas connosco e deixar para trás, no esquecimento, aquilo que não é tão bom! Partilhar o que vivemos, ensinar o que aprendemos e continuar a viver neste ritmo maravilhoso e nesta experiência que é conhecermos melhor a nossa pessoa e o mundo que nos foi dado para respirar.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pela tua visita :)