domingo, 2 de março de 2014

Um poema para um poeta


Sonhador do mundo,
Tu que (re)inventas
Mares e oceanos,
Terras e continentes,
És rei de um majestoso reino,
Leão de uma savana,
Condor dos seus céus.

Oh poeta, marinheiro,
Soldado, comandante,
Contador de histórias
Em mundos de fantasia,
Conquistador da palavra,
Do ritmo, do verso,
Do poema, da poesia!

Tão originais e diferentes
Esses teus versos cantados,
Que aguardam enfeitiçados
Por sublime leitura
De alguém que respire
E viva poesia, para ser
Recordada essa terna felicidade!

Nobre e glorioso poeta,
Nunca «da lei da morte»
Te libertarás, pois
Tuas palavras, essas
Ficam eternamente
Gravadas nos
Nossos corações!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pela tua visita :)